top of page

Por trás do cartaz : de onde veio o “Keep Calm and Carry On”?

A gente é bombardeado de informação o tempo inteiro e, muitas das vezes, replica, copia, envia, adapta, coloca em camiseta e não faz a menor ideia de como, onde, por que e por quem alguma coisa veio parar na nossa frente.

Cópia original de 1939 do cartaz Keep Calm And Carry On, na Barter Books

Sou muito ligado em imagens e ao significado (ou não) delas. Esse cartaz sempre me causou curiosidade e nunca havia pensado na possibilidade de que a história dele estava ligada à Segunda Guerra Mundial (aliás, a história de muitos cartazes está ligada a guerras, revoltas e conflitos não é mesmo?) e que essa história ficou 60 anos escondida até reaparecer, ganhar novo sentido e ser multiplicada pelo mundo das mais diversas e infinitas formas.



Na primavera de 1939, antes de estourar a guerra, o governo britânico através do Ministério da Informação encomendou uma série de três cartazes de propaganda. Eram cartazes sobretudo para acalmar os ânimos da população, com uma linguagem simples, direta, com a iconografia e tipografia que identificava que tratava-se de uma comunicação feita pelo governo.


Crianças evacuadas de Bristol chegando a Brent em Devon em 1940 (Ministry of Information Photo Division Photographer)

Dois cartazes seguiram para os centros de distribuição e foram divulgados conjuntamente com o início da guerra (abril — maio) por todo território inglês, consequentemente vistos por milhares de pessoas. Eles diziam:


1- “Your Courage, Your Cheerfulness, Your Resolution Will Bring Us Victory” (Sua coragem, sua alegria, sua determinação nos trarão vitória, em tradução livre)
2- “Freedom is in Peril, defend it with all your might” (“A liberdade está em perigo, defenda-a com toda sua força”, em tradução livre)

O terceiro cartaz era (aparentemente para quem lê hoje) o mais “simples” e singelo, trazia a mensagem


“Keep calm and Carry on” (Tenha calma e siga em frente, em tradução livre).


Contudo, esta terceira tiragem ficou armazenada nos centros de distribuição até o mês de setembro e nunca foi distribuída às ruas para a população. Importante reforçar que os dois cartazes amplamente divulgados não estabeleceram a comunicação esperada com a população. Foram considerados antiquados demais por conta da coroa e dos dizeres, em alguns casos lidos como muito subjetivos, em outros casos lidos como paternalistas demais, como uma ordem do governo limitando a autonomia da população.



tá, mas por que ele não foi divulgado?


O cartaz não foi apresentado à população porque a frase estava fortemente associada à dizeres do primeiro ministro Lloyd George. Quando a Primeira Guerra Mundial (1914–1918) estourava, o então ministro se reuniou a banqueiros e cunhou a frase “Carry on, business as usual” (Continuem seus negócios como de costume, em tradução livre). Não preciso nem falar que o conselho dele não deu muito certo né e, repetir tal frase à população, 25 anos depois, e no calor de uma Segunda Guerra Mundial, não seria uma estratégia muito inteligente do governo.


Barter Books, na antiga estação ferroviária de Alnwick, localizada em Northumberland

O cartaz caiu em esquecimento por décadas. Sessenta anos depois, nos anos 2000, um casal proprietário de um sebo comprou caixas de livros em um leilão e, no fundo de uma das caixas, estava um dos cartazes originais “Keep Calm and Carry on”. Stuart e Mary Manley, donos do sebo Barter Books então emolduraram e o colocaram em exibição na loja.


O poster começou a despertar curiosidade de clientes, leitores, tanto pessoas que conheciam, quanto as que desconheciam a história. Os proprietários, consultararam se era possível reproduzir e comercializar. A imagem ganhou popularidade, se espalhou além livraria e ganhou os quatro cantos do mundo. Se tornou, além de meme, parte da iconografia inglesa e mundial.




Bem, espero que você tenha gostado de saber como a história de um cartaz feito durante uma das maiores guerras enfrentadas pela humanidade ganhou um novo significado e, de certa forma, em alguns casos até virou piada. Talvez nós humanos sejamos mesmo uma piada brincando de vida. Ou a vida mesmo seja uma piada. Vai saber, né?



 

Fontes:


IMPERIAL WAR MUSEUMS | Keep Calm and Carry On: The Truth Behind the Poster | https://www.youtube.com/watch?v=s16YLhKzfNI


The Atlantic | The Story Behind the Iconic ‘Keep Calm and Carry On’ Poster https://www.theatlantic.com/video/index/254007/the-story-behind-the-iconic-keep-calm-and-carry-on-poster/

Wikipedia | Barter Books


Wikipedia | Cronologia da Segunda Guerra Mundial https://pt.wikipedia.org/wiki/Cronologia_da_Segunda_Guerra_Mundial


Wikipedia | David Lloyd George https://pt.wikipedia.org/wiki/David_Lloyd_George



Comentarios


bottom of page